domingo, 23 de abril de 2017

toda vez

quando a frigideira chia com a manteiga derretendo;
quando eu grito uma música estúpida na frente de desconhecidos;
quando eu termino de escrever um (longo) trabalho da faculdade;
quando tenho epifanias lendo filmes ou livros;
quando eu bebo um copo de limonada depois de um dia terrível
ou quando chego adiantada achando que fosse me atrasar.
eu me sinto viva
todas. essas. vezes.
e até mais do que nas sextas-feiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário